Descubra quem você é

veja voce 2“Observe-se… Descubra quem você é!

Ser uma multidão significa ficar preso num sistema irreal, inescapável, auto-criado, de falsas crenças e mentiras.

A falta de unidade deixa o ser humano na prisão da ignorância, do medo e da auto-destruição, e causa doença, degradação, violência, crueldade e guerras no mundo externo.

O mundo é como você o sonha… é um espelho. Fora você encontra o seu mundo, o mundo que você construiu, que você sonhou.

Fora você encontra você! Vai ver quem você é.

Descobrirá que os outros são a imagem reflexa da mentira que você carrega, da penhora moral, da sua ignorância… Mude!… e o mundo mudará.” Elio D’Anna

 Quem você é? Essa tem sido a grande questão da humanidade.

Durante muito tempo foram colocadas muitas teorias sobre quem é o ser humano. Agora estamos começando a entender que somos energia e informação. Todo universo é feito do mesmo material inteligente e vibracional, estamos todos intimamente conectados e co-criando  a realidade a todo instante. Somos espírito, somos luz.

 Quando estamos conectados, conscientes de nosso Ser interior, somos Um e o mundo se manifesta conforme nossos sonhos.
Quando nos deixamos envolver com os fatos externos, sem estarmos despertos, conscientes,o mundo se mostra violento, cruel, e ficamos com medo, dúvidas, angustias.

Na realidade, o mundo está sempre refletindo seu estado interno…

Como   está seu estado interno? Conflituoso? Dividido? Angustiado? Então e isso que você encontrará no externo.

Se você pensa em escassez e em miséria, encontrará muitos miseráveis em seu caminho.

Se você sente que ninguém é confiável e honesto, será atormentado por constantes traições e falsidades.

Se você ama e se compadece de si mesmo e dos demais, receberá isso dos demais.veja voce

E assim por diante.

 Observe-se. Auto-observação é autocorreção.

Como você está dentro? De que forma o que se manifesta fora, ecoa em seu estado interno. Observe seus sentimentos, seus pensamentos, sua conexão com o aqui e o agora.

 

“Conhecendo o mundo, o ser humano encontra a si próprio, e conhecendo a si próprio o mundo se lhe revela.” Rudolf Steiner

“Vosso coração conhece em silêncio os segredos dos dias e das noites;
Mas vossos ouvidos anseiam por ouvir o que vosso coração sabe.
Desejais conhecer em palavras aquilo que sempre conhecestes em pensamento.

Quereis tocar com os dedos o corpo nu de vossos sonhos. E é bom que o desejeis.

A nascente secreta de vossa alma precisa brotar e correr, murmurando para o mar;
E o tesouro de vossas profundezas ilimitadas precisa revelar-se a vossos olhos.
Mas não useis balanças para pesar vossos tesouros desconhecidos;
E não procureis explorar as profundidades de vosso conhecimento com uma vara ou uma sonda,
Porque o Eu é um mar sem limites e sem medidas.

Não digais: ‘encontrei a verdade.‘ Dizei de preferência ‘Encontrei uma verdade.
Não digais: ‘Encontrei o caminho da alma.‘ Dizei de preferência: ‘Encontrei a alma andando em meu caminho.
Porque a alma anda por todos os caminhos.
A alma não marcha em linha reta nem cresce como um junco.
A alma desabrocha, qual um lótus de inúmeras pétalas.”

Por Gibran Khalil Gibran (livro “O profeta”)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s